Espaço, sempre em construção, destinado a divulgar uma selecção de materiais exteriores a este blogue – artigos, entrevistas, documentos, etc. – mas que se relacionam com os seus interesses.

 
DOCUMENTOS
 
GUERRA COLONIAL E ANTICOLONIALISMO

  • As esquerdas e a oposição à guerra colonial (Rui Bebiano)
  • A guerra colonial (sítio sem autoria)
  • Guerra Colonial (Centro de Documentação 25 de Abril)
  • Les immigrés portugais en France et la Guerra coloniale portugaise (1961-1974) (Marie-Christine Volovitch-Tavares)
  • On Communism and Nation – notes from the history of the Colonial Question on the Portuguese Communist Party (José Neves, E-journal of Portuguese History)
  • Guerra Colonial versus Cadetes Milicianos (João Tunes)
  • Luís Graça e companheiros da Guiné (blogue de Luís Graça, Carlos Vinhal, Virgínio Briote)
  • Patriotismos (José Pacheco Pereira)
  •  
    OPOSIÇÕES POLÍTICAS

  • Avante! clandestino (1931-1974)
  • Misérias do Exílio. Os últimos meses de Humberto Delgado (Patrícia McGowan Pinheiro)
  • O DRIL (1959-1961). Experiência única na oposição ao Estado Novo (D.L.Raby, Penélope)
  •  
    IGREJA E RESISTÊNCIA DOS CATÓLICOS

  • Carta do Bispo do Porto, D. António Ferreira Gomes, a Salazar (1958)
  • Carta de 106 padres ao Núncio Apostólico sobre substituição de Cardeal Cerejeira (1967)
  • Acção Eclesial e Acção Política (Joana Lopes, 1968)
  • A Acção Católica em Portugal (Sidónio Paes, 1996)
  • Padres e bispos que enfrentaram a ditadura (Nuno Teotónio Pereira, 2007)
  • Igreja Católica e Estado Novo (Pedro Ramos Brandão, Latitudes)
  • A JUC, o jornal Encontro e os primeiros inquéritos à juventude universitária (Adelino Gomes, Sociologia, Problemas e Práticas)
  • Liberdade: do conceito e algumas práticas (Nuno Teotónio Pereira)
  •  
    MOVIMENTOS RADICAIS DE ESQUERDA

  • A ruptura política e ideológica no movimento comunista em Portugal (1963-1964) (Hélder Correia)
  • Francisco Martins Rodrigues e a reunião do CC de Agosto 1963 em Moscovo (José Pacheco Pereira)
  • Memórias dos tempos radicais (José Pacheco Pereira)
  • Um regresso ao passado (Rui Bebiano)
  •  
    MOVIMENTOS ESTUDANTIS

  • Para uma Universidade Nova – crónica da crise de 1969 em Coimbra (Rui Namorado, Revista Crítica de Ciências Sociais)
  • A reidentificação do feminino e a polémica sobre a Carta a uma Jovem Portuguesa (Rui Bebiano e Alexandra Silva, Revista de História das Ideias)
  • Tradição, Sociabilidades, Compromisso: mutações na auto-imagem estudantil no período final do Estado Novo (Miguel Cardina)
  • A cidade e a memória na intervenção estudantil em Coimbra (Rui Bebiano, Revista Crítica de Ciências Sociais)
  • Politique et esthétique. La caricature comme mode d’expression de la contestation étudiante: la crise académica de 1969 (Aníbal Frias, Latitudes)
  • Quadrante: a revolta de uma elite perante a crise da universidade (Ana Cabrera)
  •  
    CANTO DE INTERVENÇÃO

  • La contestation créatrice. Mouvements étudiants et “canto de intervenção” au Portugal (Aníbal Frias, Latitudes)
  • Música Popular Portuguesa: uma bibliografia (Viriato Teles)
  • O canto de intervenção no combate ao Estado Novo (Miguel Cardina)
  • O canto e o cante, a alma do povo (Eduardo M. Raposo)
  • José Afonso, génio da canção popular portuguesa (Daniel Lacerda, Latitudes)
  • Luís Cília, pionnier de la chanson contestataire. L’insoumission par la musique (Agnès Pellerin, Latitudes)
  •  
    MULHERES / FEMINISMO

  • As “Novas Cartas Portuguesas” e a contestação do Poder Patriarcal (Maria Graciete Besse, Latitudes)
  • O Salazarismo e as Mulheres. Uma abordagem comparativa (Anne Cova e António Costa Pinto, Penélope)
  • A Mocidade Portuguesa Feminina nos dez primeiros anos de vida (1937-1947) (Irene Flunser Pimentel, Penélope)
  • Os 80 anos do I Congresso Feminista e da Educação (1924-2004) (Manuela Tavares)
  •  
    CENSURA

  • Livros proibidos no regime fascista: bibliografia (Luísa Alvim)
  • Os livros e a censura em Portugal (José Brandão)
  • Teatro: um espartilho chamado censura (Morais e Castro)
  • Censura en España, Brasil y Portugal: esa cámara de torturar palabras y sonidos durante las dictaduras en las décadas de 1960 y 1970 (Alexandre Felipe Fiúza)
  • Álvaro Salvação Barreto: oficial e censor do salazarismo (Joaquim Cardoso Gomes, Media e Jornalismo)
  •  
    PRISÕES POLÍTICAS

  • O campo de concentração do Tarrafal: estrutura e quotidiano (João Faria Borda)
  • Cunhal e Galvão entre assassinos, ladrões e violadores (José Pacheco Pereira)
  •  
    CULTURA

  • O movimento estético que abalou Salazar. O embate dos neo-realistas com a ideologia do regime (Daniel Lacerda, Latitudes)
  • O associativismo popular na resistência cultural ao salazarismo: a Federação Portuguesa das Colectividades de Cultura e Recreio (Daniel Melo, Penélope)
  •  
    EMIGRAÇÃO

  • L’État portugais et les Portugais en France de 1958 à 1974 (Victor Pereira, Lusotopies)
  • Les temps de l’exil: l’opposition républicaine en France pendant les années 30 (Crístina Clímaco, Latitudes)
  • Fernando Queiroga: um revolucionário no exílio (Luís Farinha, Penélope)
  • Os “insubmissos da colónia”: a recusa da imagem oficial do regime pela oposição no Brasil (1928-1945) (Heloísa Paulo, Penélope)
  • Portugueses nos campos do sudoeste de França (1939-1941) (Cristina Clímaco, Penélope)
  •  
    VÍDEOS

  • O arrastão na praia de Carcavelos (Diana Andringa) – Parte 1, Parte 2, Parte 3 e Parte 4