1930 – Nasce, em 7 de Julho, em Ribeirão Preto, no Brasil, onde os seus pais viviam então, sendo a mais nova de quatro irmãos.

1938 – Morte repentina do pai, cuja falta sentirá profundamente, sobretudo durante a infância e a adolescência.

1939 – Entra para o Colégio Académico, em Lisboa, onde faz a 3ª e a 4ª classes.

1941 – Ingressa no Liceu D. Filipa de Lencastre, onde permanece até completar o antigo 5º ano do liceu.

1946 – Inicia actividade como escriturária, primeiro na Junta Nacional da Cortiça e depois na Federação das Caixas de Previdência / Habitações Económicas.
Primeiro casamento que terminará com divórcio em 1950.

1951 – Casa com Nuno Teotónio Pereira, do qual vem a ter três filhos: Luísa, Miguel e Helena. A quarta, que deveria chamar-se Catarina, morreu pouco antes do parto.
1956 – Converte-se ao catolicismo.

1958 – Desde a campanha de Humberto Delgado e, de um modo muito especial a partir de 1963, teve uma actividade política muito intensa e ininterrupta.

1963 – Publica o livro de poemas Mão Aberta (*) e lança a colecção juvenil Nosso Mundo.

1969 – É uma das grandes impulsionadoras da criação da CNSPP (Comissão Nacional de Socorro aos Presos Políticos).

1970 – Início de nova gravidez, com imposição de repouso absoluto.

1971 – Depois de alguns dias de internamento hospitalar, sofre um edema pulmonar agudo, do qual resulta a morte de Catarina. No dia 23 de Abril, novo edema e morte de Natália durante o parto.    

 
(*) Este livro, um outro inédito (O Nó do Centro), bem como poemas dispersos, serão em breve publicados.

Anúncios