Continuamos a publicação de cópias que nos foram enviadas, de algumas mensagens endereçadas à GEF, empresa imobiliária responsável pelo prédio da R.António Maria Cardoso. Escreva também para gef[arroba]gef.pt e envie-nos cópia para o email deste blogue: caminhosdamemoria[arroba]gmail.com.

  
Exmºs Senhores,

Associo-me a todos os cidadãos que têm demonstrado a sua preocupação pela colocação no prédio V propriedade, da placa, em lugar e de forma bem visível, respeitante à identificação do prédio como o local da sede da antiga polícia política, assinalando, para além desse facto, os acontecimentos ali ocorridos no 25 de Abril.

É o mínimo para respeitar a memória dos resistentes que por ali passaram e dos que morreram ao celebrar a Liberdade.
José Vera Jardim

  
Exmos. Senhores,

Junto-me aos inúmeros cidadãos indignados pela vossa atitude de procurar, embora de uma forma fugidia e digna de Tartufo, esconder a placa de homenagem às últimas vítimas da PIDE.
A vossa empresa sentir-se-à, talvez, temerosa de que a exibição desse lembrete dos tempos pesados da ditadura prejudique a a sua imagem; não seria o caso, uma vez que julgo muito difícil associar o vosso aos nomes das vítimas dos estertores do fascismo moribundo. Pelo contrário, a divulgação pública da vossa rasteira tentativa e da eventual recusa em a corrigir é que redundarão em desprestígio.
Exorto-vos, por isso, a recolocar a placa em local bem visível e digno da memória que teimamos em preservar.
António Russo Dias
Diplomata

Anúncios