Dado que a carta enviada pela direcção do movimento «Não apaguem à Memória»  à empresa GEF-Gestão de Fundos Imobiliários, SA, responsável pelas obras do condomínio de luxo no edifício ex-sede da PIDE/DGS, recebida a 4 de Dezembro p.p., para pedir explicações sobre a retirada da placa evocativa das últimas vítimas da PIDE não obteve resposta, contactámos por telefone, no passado dia 16, a administração da empresa.

Na conversa havida com o Dr. Fernando Gomes, membro do Conselho de Administração da GEF, deixámos claro que se não houvesse uma resposta favorável à nossa exigência de recolocação da placa, desencadiaríamos uma série de acções de protesto que seriam definidas na reunião de Direcção do NAM agendada para ontem, 17 de Dezembro.

Fomos informados pela administração da empresa, pouco antes do início da nossa reunião, que a placa seria recolocada no mesmo local de onde fora retirada, alegamente apenas por motivos de obras, dentro de 4 ou 5 dias.

A direcção do NAM decidiu aguardar até ao fim deste mês o cumprimento desta promessa.

(Será enviado ligação para este texto à empresa GEF)

Anúncios