stop fascismo

A Coordenadora Antifascista de Madrid convocou uma manifestação para o próximo Sábado, dia 10, como protesto contra a «brutal gravidade» do «crescimento contínuo das agressões fascistas» que têm tido como principais vítimas, por vezes mortais, imigrantes e indigentes.

Sabe-se entretanto que a manifestação foi proibida, alegadamente por não ter sido anunciada com a antecedência necessária e por não existirem «motivos de urgência». E acrescenta-se: «Ser fascista não é um delito». (Nem mesmo quando concretizado em actos?…)

Os organizadores mantêm a convocatória para a Puerta del Sol e declaram que a proibição é um motivo adicional para denunciarem o «fascismo arruaceiro».

Medimos talvez mal o que se passa aqui bem perto de nós. Por um lado, porque os processos na evolução das nossas democracias foram bem diferentes, por outro porque «nuestros hermanos» estão bem longe da brandura dos nossos costumes – para o bem e para o mal.

Anúncios