caric2

 
Um texto de Fernanda Paraíso (*) 
 
No arquivo de Oliveira Salazar, encontrei um recorte de jornal sem indicação de proveniência, em espanhol, intitulado: «Ese dictador emboscado». Está ilustrado por um sugestivo desenho, em que uma figura de casaca e chapéu alto (Salazar) se esconde por trás de um general de fartos bigodes brancos (Carmona). Este brande uma espada, mas a mão que lhe orienta o braço pertence à figura que representa Salazar. 

«Um movimento militar, que parece ter fracassado, não é a primeira nem será seguramente a última tentativa dos nossos vizinhos para saírem do regime de excepção em que vivem. Mas o caso de Portugal não é o das outras ditaduras. O verdadeiro ditador está emboscado atrás da figura do general Carmona, que aparece como Chefe do Estado e contra quem se manifestam os ódios. A alma da Ditadura portuguesa é, segundo se viu nesta última tentativa revolucionária, o Sr. Oliveira Salazar, Ministro das Finanças, homem inteligente, frio, duro e de intransigência ideológica.

Se algo pode dar uma nota de simpatia a um ditador, é a sua atitude de valentia pessoal, a nobreza das suas convicções, a frontalidade da sua actuação, o assumir de todas as responsabilidades mais directas. Se a franqueza da sua barbárie espiritual lhe for retirada, resta apenas o que nele é mais desprezível. Se ainda por cima ele procura outra figura e atrás dela se esconde, escamoteando a sua verdadeira responsabilidade, o facto entra na esfera de outra classificação e já nada o redime nem desculpa. O emboscado é sempre totalmente desprezível (..), jamais alcançará nem perdão nem desculpa porque, na vida politica dos povos, a única coisa que nunca se deve ocultar é a cara». (Documento cedido pelo ANTT – Cota: AOS/CO/PC-3A-11)

 
A revolta a que o texto alude deu-se a 26 de Agosto de 1931, quando em Espanha já vigorava o novo regime republicano, proclamado a seguir às eleições de Abril desse ano. Salazar foi apanhado pela objectiva do fotógrafo Ferreira de Carvalho, que fez a reportagem dos acontecimentos em Lisboa.

salazar_agosto1931-amlxb093851_a

Esta fotografia foi publicada em grande destaque nas páginas centrais do Notícias Ilustrado, com a legenda: «O Sr. Ministro das Finanças, Dr. Oliveira Salazar, ouvindo o relato do ataque ao quartel de Metralhadoras I, feito pelo capitão, Sr. David Neto, que o dirigiu e comandou.»
 
 [A tradução é minha e os sublinhados correspondem, no original, ao lápis vermelho do próprio Salazar.] 
 
(*) Biografia de Fernanda Paraíso.

Anúncios