Para quem tiver acesso ao canal cultural franco-alemão «Arte», uma recomendação. Vai passar na quarta-feira próxima, com início às 19:30, a segunda parte do filme «Shoah» de Claude Lanzmann, realizado em 1985.

O filme dura cerca de 9 horas e por isso foi dividido em 2 partes. Continua a ser “o filme” sobre o Holocausto perpetrado pelos nazis. Acima de tudo um filme sobre até onde pode ir a (des)humanidade, o ódio, a indiferença face ao horror.

Lanzmann que é hoje o director da revista “Les Temps Modernes” fundada por Sartre e Simone de Beauvoir a seguir à guerra, está, aliás, envolvido agora numa polémica a propósito dum livro sobre a “heroicidade” dum polaco (não me lembro agora o nome) ao proteger judeus perseguidos pelos nazis na Polónia.
Como sabemos até existem “protectores” desses que vão ser”promovidos” a santos…

O filme de Lanzmann é certamente um dos “documentos de memória” mais impressionantes que se produziram. Um murro, bem mais violento que os que se podem apanhar no estômago – este vai bem mais fundo. Pena eu não poder gravar: de cada vez que estivesse chateado com as tricas e “merdices” do dia a dia ia vê-lo. Não percam!

   

About these ads